quarta-feira, 13 de janeiro de 2010

Perfeição Sob Medida


Este hotel com atmosfera intimista é frequentemente citado como um dos melhores de Florença. Pequeno, único, sem adotar estereótipos ou clichés, o conceito adotado no hotel obteve tanto êxito que mais tarde ele gerou uma segunda propriedade, em Capri (veja aqui), projetada pelo mesmo arquiteto deste empreendimento, Michele Bonan.


O JK Place Firenze (o nome deriva de Jonathan Kafri, o proprietário) foi inaugurado no ano de 2003 e fica na Piazza Santa Maria Novella. Sofisticado, refinado, luxuoso sem ostentação, apresentando uma excelente mescla dos estilos moderno e clássico, sua arquitetura de interiores não lembra a de um hotel tradicional. É a escolha da qualidade acima de tudo, do atendimento personalizado de acordo com os mais altos padrões - de uma maneira atenciosa, mas não invasiva. Do lado de fora, discreto, apenas uma placa indica que não se trata de uma residência particular.


O hóspede já se sente relaxado desde o momento do check-in - ou desde a falta dele. Com um conceito de hospitalidade completamente diferente do esperado, nas palavras do próprio gerente do estabelecimento, "o check-in é substituído por boas-vindas".


Como em uma residência, o visitante precisa tocar uma campainha para entrar na propriedade. Também não há uma área de recepção tradicional, e a entrega das chaves é feita junto à biblioteca. São servidas bebidas (mais uma vez, procurando recriar a recepção em uma residência), e o hóspede fica livre para conhecer todos os espaços e relaxar.


O interior combina mobiliário contemporâneo com peças antigas e até orientais. A biblioteca apresenta decoração bem masculina, assim como todos os ambientes do pavimento térreo. O piso preto de madeira dá unidade a todas as áreas comuns.


O café da manhã é servido em uma única mesa no que anteriormente era um pátio interno do edifício original, hoje protegido por uma cobertura de vidro. O piso é de pedra, também original da construção.


Alguns mimos estão incluídos nas diárias, como o café da manhã, bebidas não-alcoólicas do minibar, café espresso e cappuccino, além de uma variedade de bolos caseiros disponíveis o dia todo em um aparador na biblioteca: cuidados simples e que não custam caro ao estabelecimento, mas certamente fazem uma grande diferença na impressão que passam aos hóspedes, que se sentem imediatamente em casa.


Neste imóvel de 4 pavimentos o acesso aos 20 quartos é feito pelo elevador (camuflado por portas espelhadas) ou pela ampla escada, com guarda-corpo que lembra os arcos ogivais góticos.



Os corredores superiores têm piso de pedra e o percurso lembra mais uma residência que um hotel. Cada acomodação é única, personalizada e nelas as cores se atenuam, adotando beges, verdes e cinzas suaves.

Mesmo o menor quarto, o JK Classic (nº 9), não desaponta. Com 25m² (a charmosa escada particular leva ao banheiro), ele ainda oferece todas as conveniências possíveis: Tv de LCD, DVD, acesso WI-FI gratuito, entre outros. As diárias variam de 350 a 1000 euros.

JK Classic - a acomodação mais simples do hotel


Master Room, o maior quarto do hotel, com
vista para a Igreja de Santa Maria Novella

Florença se revela em magníficas vistas panorâmicas, tanto dos quartos como dos banheiros: um mar quase irreal de telhados de terracota coroado pela cúpula de Brunelleschi na Basílica de Santa Maria del Fiore.



O JK Place acredita que, mesmo com um design fantástico, o trabalho de Michele Bonan e a presença constante em revistas internacionais, o que faz a diferença fundamental em um destino de luxo são as pessoas: todo o staff do hotel está preparado para atender os hóspedes com perfeição e fazer de sua estadia uma experiência realmente única e inesquecível.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts with Thumbnails