quinta-feira, 3 de outubro de 2013

Decorando Paredes


Murais de quadros não são uma invenção nova, mas têm aparecido em uma série de publicações.

Com certeza é bem eclético: o estilo das molduras e gravuras pode atender a qualquer tipo de decoração, o custo é ajustável a qualquer orçamento e até a disposição das peças na parede depende somente do seu gosto e da sua personalidade.


Parece fácil montar uma? Em termos. Se for tradicional, com molduras iguais e simetria, acho o processo menos complicado (por outro lado, qualquer imperfeição aparece mais).

Já as composições menos clássicas, mais orgânicas, necessitam de mais planejamento e podem incluir, além de quadros com molduras e cores variadas, até alguns acessórios. O lado bom é que, pelo desenho menos rígido, a coleção pode crescer com o tempo com a adição de outros itens mais tarde.



Algumas dicas para você montar a sua galeria:

1. Faça marcas no chão com o tamanho que você tem disponível na parede (pode ser com fita crepe ou uma fita métrica estendida).

2. Use esta área para dispor os quadros e/ou objetos que você possui.Faça quantas combinações precisar até chegar ao resultado desejado.

3. Quando estiver satisfeito, fotografe o conjunto. Faço isso sempre e é muito prático, até mesmo para as composições mais clássicas. Um tempo atrás, montando uma galeria de gravuras botânicas, as fotos foram úteis porque distribuí cada planta de acordo com sua cor e porte. Mesmo com molduras iguais e um arranjo bem simétrico, é bom ter um registro da organização final.

4. Se você tiver prática, pode escolher uma peça mais ou menos central e começar a colocação na parede por ele. Para quem não se sente seguro uma boa técnica é estender um pedaço de papel kraft (ou outro de sua preferência) no chão. Recoloque os quadros nas posições escolhidas e risque o contorno de cada um deles no papel.

5. Já tem o desenho do conjunto no papel? Agora é a hora de olhar onde estão os ganchos na parte de trás de cada quadro e também marcá-los no papel. É importante saber exatamente onde colocar cada prego, porque em alguns casos (principalmente em quadros com suporte de arame) eles podem ficar bem abaixo na linha da moldura.

6. Coloque o papel na parede e fixe cada prego no lugar indicado. Quando terminar, retire o papel e pendure os quadros. Pronto!



Em casa eu tenho duas composições grandes que vão em direção ao tradicional: uma botânica e outra de fotografias em branco e preto. Tenho ainda outras duas menores com fotografias coloridas, mas em que as imagens mantêm a mesma paleta de cores. Às vezes uso até uma moldura vazia, se ela for bonita. É um visual interessante. Penso ainda em fazer uma galeria só com espelhos, e adoro colocar quadros apoiados em prateleiras. Opções não faltam. E você? Como montaria o seu conjunto?



Young House Love

2 comentários:

  1. Suas dicas são sempre precisas... preciosas... Eu não cheguei a montar uma galeria organizada em minhas paredes, que estão decoradas com posteres ligados às minhas viagens e gostos (cinema, opera, Itália...). Minha ultima contribuição à parede foi uma pintura Cusqueña da Virgen de La Puerta, que em Cusco acreditam ser a protetora dos lares. E tenho a dádiva de ter uma gravura que ganhei aqui num sorteio no seu blog!

    ResponderExcluir
  2. Vou concordar com a Lu: suas dicas são sempre precisas e preciosas. É preciso passar por aqui com um caderninho em mãos rs!
    Em casa, o namorado e eu discordamos muito com relação às paredes, por isso elas seguem uma incógnita. Mas eu adoro a opção das galerias orgânicas, que vão crescendo com o tempo, sem medo ou limite.
    Um beijo!
    Mariana - Minha Casa, Minha Lida

    ResponderExcluir

Related Posts with Thumbnails