quinta-feira, 20 de fevereiro de 2014

Pontos de Luz


Semana passada um dos meus vasos preferidos da casa caiu e se quebrou em mil pedaços. Era de vidro com acabamento em mercúrio: prata, mas com imperfeições, nuances, perfeito.



Não encontrei outro igual à venda (até o final do ano eu vi que ainda restavam alguns na loja onde comprei o meu), mas agora minha exigência para um substituto é uma só: deve ser prata. Antigo, polido, mercúrio, não importa. Prata.





Passeando um pouco pelos blogs já pude ver que não estou sozinha nesta preferência. De vasos e molduras a talheres antigos, nada como um pouco de prata para destacar a decoração. Ele cria um pouco de contraste, principalmente nas decorações neutras que eu costumo usar.


Para pequenos arranjos, minhas combinações favoritas são com madrepérola ou porcelana azul e branca.




O prata não precisa ser formal. Pelo contrário, gosto de decorar com peças do dia-a-dia. Se forem antigas, melhor! Não vejo necessidade que elas estejam perfeitamente polidas. Um pouco de pátina tem seu charme!



Gosto quando a prata é misturada a outros acabamentos porque, sozinha, pode deixar o resultado frio. Mas às vezes temos os casos das coleções, que ficam lindas com todas as peças reunidas.


Escolha qualquer adjetivo: formal, casual, shabby, romântico, industrial. Masculino ou feminino. A prata tem lugar garantido em casas de todos os estilos.



Um comentário:

  1. Adorei esta postagem!!! Prata com louça azul e branco, então!!!!! Vai no meu blog na sexta-feira azul!!!! Bjs

    ResponderExcluir

Related Posts with Thumbnails