sexta-feira, 23 de maio de 2014

Cortinas


Não é segredo que uma cortina bem escolhida pode transformar instantaneamente um ambiente. Ele pode ser mantido neutro enquanto as cortinas acrescentam cor e textura, além de corrigir defeitos ou destacar qualidades do espaço.


De tecidos leves como o voile aos mais pesados, como veludos e cheniles, as cortinas dão o tom do ambiente. Para quem tem medo de ousar e errar, as cores claras são sempre as escolhas mais seguras.


As escuras funcionam melhor contra paredes em tons suaves de bege, cinza, azul. Contra paredes escuras podem deixar a aparência opressiva. Também têm melhores chances de acerto em ambientes grandes ou de pé-direito muito alto, porque deixam a aparência mais aconchegante.


No caso de cortinas coloridas, procure repetir a cor em outros elementos do ambiente para que ele fique mais coeso. Contraste é uma qualidade, mas falta de coerência é uma coisa bem diferente! A simples repetição das cores garante melhor ligação dos elementos. E veja que a cor não precisa se repetir só nos têxteis: nesta lista entram objetos de decoração e, como na foto abaixo, até a madeira do piso pode ser a referência para a cor da cortina.


Usar cor sólida é demais para você? Para suavizar o efeito você pode usar um tecido estampado que inclua uma cor clara...



... ou manter a cortina em um tom neutro e adicionar somente uma faixa e cor. 


E quanto às medidas?

A definição das dimensões do varão e de cada painel de tecido também influi no aspecto do espaço. As regras gerais são:

- para fazer com que a abertura pareça maior e permitir mais entrada de luz, acrescente cerca de 15cm de comprimento no varão ou trilho para cada lado da abertura (a cortina, quando recolhida, não irá avançar na área envidraçada);

- cortinas precisam, em média, uma largura de tecido 2,5 vezes maior que a largura da janela. Um tecido muito fino pode necessitar de um pouco mais quantidade para ficar com o visual "cheio", enquanto que veludos e cheniles precisam de menos para o mesmo efeito (o dobro do vão, no máximo);

- para fazer com que o ambiente pareça mais alto, fixe a cortina a 15cm do topo da abertura do vão. Outra fórmula que funciona bem é fazer a fixação na metade da distância entre a janela e o teto.

Se decidir que seu espaço precisa de uma transformação, não esqueça de considerar as cortinas. É uma mudança relativamente simples e rápida, mas os resultados são incríveis.

Imagens: Pinterest

Um comentário:

  1. Menina você iria chorar se visse a cortina no do meu quarto rsrsr, preciso providenciar com urgência mas vivo em dúvida e vou adiando, além dos valores que cobram agora para fazer cortinas, nunca vi igual.
    No quarto de hospedes é onde tenho menos medo de errar, estou querendo uma com estampa, vamos ver.
    Eu coloquei tachinhas na lateral da minha cabeceira, ficou bacaninha, deu brilho que eu amo rsrs, quando tiver um clima melhor eu fotografo.
    Bjs

    ResponderExcluir

Related Posts with Thumbnails