sexta-feira, 18 de julho de 2014

Kristofer Johnsson


Faz tempo que não mostro o trabalho de algum fotógrafo, mas não tinha como deixar Kristopher Johnsson de fora!


Como ele é sueco, vocês vão perceber o estilo de decoração escandinavo na maior parte das imagens, porém com um toque mais masculino e com peças industriais. Muito preto e branco, madeira e plantas (na maioria, só folhas verdes). 




Gostei de muitas fotos, que talvez sejam demais para um post! Mas cada uma tem algum detalhe que me agrada muito e realmente não consegui diminuir a minha seleção.





Adorei estas prateleiras em um painel! Não precisa nem furar a parede
e ele pode ser levado para qualquer lugar da casa!




Além das fontes das imagens que eu informo no final do post, vale a pena visitar a conta do Instagram e do Tumblr do fotógrafo.









Imagens: Agent Bauer e Kristofer Johnsson

....................

Sobre o último post

Comentei sobre as roupas que estavam naquele closet aberto, que teriam que ser selecionadas pois ficavam muito à mostra e fariam parte da decoração. 

A Luana do blog Limobag me escreveu dizendo que os moradores adotaram o conceito capsule wardrobe. O que é isso? Uma seleção de poucas peças de vestuário, como saias, calças e casacos que não vão sair de moda e que podem ser usadas com itens sazonais. Elas devem ser intercambiáveis, de modo que maximizem o número que combinações que podem ser criadas. O objetivo é ter trajes adequados a qualquer ocasião sem possuir um número exagerado de roupas. 

Gostei muito do conceito, fiz várias pesquisas e encontrei muita coisa bacana.

Vivendo e aprendendo.

Você pode ler a íntegra do comentário que a Luana deixou neste post. Adorei as palavras dela.

5 comentários:

  1. Débora, querida, obrigada pela adição ao seu post.

    Eu sou praticante dessa arte, mas ainda estou engatinhando! Espero conseguir concluir os "investimentos" na próxima viagem aos EUA ou nas liquidações de janeiro (o que vier primeiro). É libertador provar na loja um vestido escândalo e não ceder por não ter acessórios, sapatos e casacos que combinem com ele. Ou simplesmente porque 3 vestidos são suficientes. O mais importante de tudo é encontrar o estilo que mais agrada e ser fiel a ele, custe o que custar! Talvez eu passe a gastar mais dinheiro que antes (nunca fui consumista), porém não cuidarei de uma enorme quantidade de roupas! Fora a economia de tempo pelas manhãs. É quase como vestir um uniforme escolar na infância, mas com um prazer imenso de saber que está adequadamente vestida e transmitindo a mensagem certa. Rapidez e estilo.

    A autora do livro Madame Charme, Jennifer L. Scott, lançará o mesmo livro para ser aplicado na decoração de casa, afazeres domésticos, etc. Ah, estou contando os segundos! Hahahahaha!

    Beijos!!!

    ResponderExcluir
  2. Olá Débora!
    Fico feliz de ter gostado do post que mostra um pouco da casa da Dani. Realmente, temos o gosto muito parecido qto a decoração, rsrsrs
    Querida, fui conferir o comentário da Luana e amei o que ela escreveu qto a ter uma visão mais minimalista sobre o que vestimos... como preciso aprender!!!!!!
    Amei o post que ela fez referência qto as roupas estarem a mostra e em super harmonia com o resto do ambiente!
    Fiquei aqui eu refletindo...
    Bjo!

    ResponderExcluir
  3. Oi Debora,
    Primeiro, muito obrigada pela visita carinhosa e espero que perdoe minha demora em retribuir!
    As fotos do post são encantadoras e muito inspiradoras. Viajei em cada ideia.
    Tenha uma ótima semana!
    Beijinhos
    Ju

    ResponderExcluir
  4. Olá, bom dia!
    Adorei vários detalhes que vi nas fotos, o canto com o manequim, o painel, aquele cantinho da cozinha, tudo inspirador.
    E gosto bastante daquele tom de madeira bem clarinho que aparece em alguns detalhes.

    Achei super interessante o complemento em relação ao post anterior, desconhecia totalmente
    Bj

    ResponderExcluir
  5. Obrigada pela visita ao Achados de Decoração, Débora!! Volte sempre

    Quanto ao Capsule Wardrobe, isso é mesmo uma arte. Trabalhei durante vários anos como consultora de estilo e imagem pessoal e este é um conceito imprescindível no trabalho; é como um designer, que avalia as necessidades, a rotina, o estilo, o orçamento de seus clientes, entre outras coisas. É uma delícia depois que está pronto, mas é preciso se dedicar, assim como ocorre com o trabalho do Designer de Interiores - que eu amo! beijinhos pra ti

    ResponderExcluir

Related Posts with Thumbnails