terça-feira, 25 de novembro de 2014

(Des) Combinando

Vários modelos de cadeiras, mas com o mesmo material

Quando atendo algum cliente de interiores, é normal que eu faça o acompanhamento na hora da compra dos móveis. A maior insegurança é saber se tudo cabe no espaço. A segunda é: combina?

A cadeira é peça única e ainda teve a cor destacada do restante do ambiente


A poltrona na cabeceira da mesa tem peso visual muito maior que as outras

Bem, partimos do princípio que "combinar" quer dizer harmonizar, estar de acordo - e não necessariamente ser idêntico.

A uniformidade das peças é usada em lojas porque facilita as escolhas do cliente, aproximando os produtos com a mesmas características, mas não há necessidade de ser tão previsível (e impessoal!) em casa.

Apesar da aparente mistura aleatória, todas as cores do ambiente
foram retiradas do mapa (marrom, verde, azul e branco)


Esta idéia pode ser aplicada em tudo: cadeiras com tecidos estampados x cores sólidas, quadros com molduras diferentes, criados-mudos que não formam um par idêntico. Ambientes formais ou casuais se beneficiam dessa variedade, apesar das escolhas serem específicas para cada caso.




Se tiver uma peça de mobiliário diferente das demais, ela pode se tornar o foco principal do ambiente; ela não só destaca seus próprios traços, como também realça os objetos com os quais contrasta. Peças de madeira de demolição são facílimas de combinar, têm uma textura única e oferecem uma sensação de aconchego mesmo em ambientes de estilo mais moderno.

Mistura de móveis em madeira e fibra, variando texturas

Tecidos com diferentes cores e texturas, variação de acabamentos nas madeiras
(banco e aparador) e metais (abajur cromado emesa de apoio dourada),
uso de cores quentes x cores frias

Coloque um pouco de você na sua casa. Tendências mudam, mas as suas preferências, seu estilo e sua personalidade são o mais importante. Não tenha medo de ousar: variedade pode ser o tempero que faltava na sua decoração!





....................

Para não errar:

Nós sabemos quando as coisas caem bem juntas, mesmo sem saber explicar o motivo do acerto. Mesmo assim, para ajudar um pouco mais no processo, segue aqui um guia básico para acertar na combinação de peças diferentes. Você pode escolher:

Misturar mobiliário (cadeiras, poltronas, criados-mudos)

- mesma cor, modelos diferentes
- mesmo modelo, cores diferentes
- modelos diferentes dentro de um mesmo estilo
- modelos diferentes usando o mesmo material
- novo e antigo
- texturas diferentes
- peso visual variado

Misturar tecidos

- combinar tecidos sólidos com peças texturizadas, estampadas e mais vibrantes

Molduras

- varie tamanhos, formatos e acabamentos nos seus arranjos

Peças únicas

- escolha uma cor exclusiva para ela (não necessariamente chamativa) para que se destaque ainda mais na composição. Esta cor pode ser repetida em pequenos acessórios ou tecidos.


Imagens: Pinterest

2 comentários:

  1. Oiiii


    adoro isso de descombinar...
    adorei as inspirações.. cadeiras diferentes na mesa de jantar é uma ideia ótima!!!


    bjinho
    www.enquanto-isso.com

    ResponderExcluir
  2. Debora, antigamente em tudo era quase que obrigatório a combinação, tudo tinha que ter cor, padrão, material. Até mesmo na moda, tínhamos que usar sapato cinto e bolsa combinando e quem usasse uma dessas peças diferente era cafona. Hoje cafona e usar tudo combinado. Como os tempos mudam. Menina eu estou apaixonada por esta escada com espelho de azulejo hidráulico colorido, e a cozinha também deu um banho com aqueles azuislejos rsrsrs, amei o post. Eu demoro a passar por aqui e quando venho sempre me surpreendo com os seu posts, nunca são repetitivos ou cansativos, sempre tem novidades e ideias ótimas para qualquer bolso. Um bj no seu coração.

    ResponderExcluir

Related Posts with Thumbnails