quinta-feira, 11 de março de 2010

Pronta para Usar


No último post citei o nome de um profissional creditado no filme "Alguém Tem Que Ceder", James Radin. Tendo sido o responsável pelo design de interiores da residência da própria diretora, Nancy Meyers, Radin foi chamado para criar os ambientes que mais tarde se tornaram um sucesso estrondoso que muitos tentaram recriar - e talvez os proprietários desta casa em Los Angeles quisessem o mesmo.


James Radin define seu estilo como tradicional, de interiores calmos e repousantes, e acredita que foi isso que atraiu tantas pessoas ao estilo da casa de "Alguém Tem Que Ceder".


A paleta de cores restrita desta casa foi uma escolha consciente. Com uma variação sutil de texturas e cores, na maior parte azuis, beges e brancos (sim, brancos, plural) e muitas estampas diferentes nos tecidos, a decoração ganha vida e consegue fugir da monotonia.


Sem dúvida, existem similaridades entre este projeto e o apresentado no filme, em especial na cozinha. Esta combinação, branco, azul e bege, é usada com frequência por Radin, e sua experência mostra que é atraente à maioria das pessoas.


O quarto é o ambiente em que se usou um pouco mais de formalidade, mais refinamento que em qualquer outra área da casa - por ser mais reservado, a decoração podia ser mais frágil.


No closet, a intenção foi criar um espaço aberto, com uma aparência de loft. Mas, segundo Radin, o objetivo essencial foi o mesmo do filme: transformar sonhos em realidade.


Veja o portfolio de James Radin aqui

2 comentários:

  1. Adoro esses estilos, tudo clarinho, transmite paz, aconchego.BJ

    ResponderExcluir
  2. Também acho lindo demais esse tipo de decoração. Perfeito, como eu gosto.

    ResponderExcluir

Related Posts with Thumbnails