terça-feira, 6 de novembro de 2012

Espaço Não É Problema

 Tempos atrás eu encontrei esta foto em algum lugar da internet. Uma cozinha linda. Mas era só isso que eu sabia sobre ela. Uma vista só, nenhuma fonte, nenhuma pista. Mas então ontem eu encontrei outra imagem (segunda do post), totalmente por acaso, e reconheci a cozinha imediatamente. 

Era a prova, afinal, que existia mais material disponível sobre ela em algum lugar. Para minha surpresa, digitei algumas palavras-chave no Google e encontrei a origem das fotos logo na primeira pesquisa (eu deveria ter tido essa idéia antes).


A matéria era da revista Traditional Homes e o projeto, de McKee Patterson e Kathleen Poirier.

A inspiração para o teto de vidro veio do British Museum, de Londres, e da Passage Verdeau, em Paris, a pedido da proprietária. Ela, aliás, leva a culinária muito a sério, e foi por este motivo que durante a construção da casa foi justamente a cozinha que ganhou este atributo especial.


As paredes foram pintadas com tinta branca brilhante para refletir a luz. À noite a cozinha é iluminada principalmente pelos spots colocados na estrutura metálica, mas ela ainda conta com quatro pendentes para iluminação adicional, mais indireta.

A ilha tem 150cm x 300cm, com estilo de mobiliário inglês. Ela, sozinha, deve ter o tamanho da cozinha de muita gente. Por dentro, totalmente funcional, com espaço próprio para louças, papel-toalha e outras conveniências. 



Estão vendo este puxador grande à direita da foto? É a geladeira camuflada.



A estante projetada para a "cafeteria" também tem estilo inglês. A peça é toda de carvalho, mas o centro do tampo é de granito, o que faz com que a área de trabalho seja muito mais resistente. Eles dizem que esta é a estante do coffee bar, e a denominação não é exagero: as gavetas também são refrigeradores camuflados que guardam itens como leite e sucos. A bancada tem uma pia pequena para limpeza rápida.


Se eu já tinha adorado o projeto com a primeira imagem, ver a cozinha inteira me deixou ainda mais impressionada.


Esta porta leva direto para a despensa, mas não consegui nenhuma imagem do interior dela. Imagina o que tem por lá? Deve dar assunto para mais uma história!


 Fontes: Traditional Home e Cultivate

7 comentários:

  1. Que teto maravilhoso!!! E toda a cozinha... amei muito! A arquitetura e o design de interiores são artes, né, não? Muito legal!

    ResponderExcluir
  2. aMEI TUDO, uma cozinha bem iluminada e organizada, que sonho! Adorei a ideia de guardar os pratos em uma gaveta. E essa lata "dog food": outro dia passei por uma igualzinha e não comprei. Que droga! Aliás, o comedouro do cachorro é um luxo, hein?
    Débora, tem umas coisas lindas para o jardim lá na Westwing. Inclusive uma floreira "Welcome", que há muitos anos eu queria! Bjs.

    ResponderExcluir
  3. Que cozinha maravilhosa!! Essa geladeira disparçada então, um sonho!! Descobri seu blog há 30 minutos, e não consigo parar de ler os post antigos. Estou terminando de construir minha casa, e ela tem vários toques clássicos, mas se eu pudesse voltar no tempo teria deixado ela ainda mais estilosa! Acho que você não sabe o quanto é difícil encontrar arquitetos dispostos a projetar casas assim, ele estão com a cabeça só nessas modernices de sempre!... Enfim, agora que conheci seu blog com certeza vou ter muitas inspirações para as decorações e móveis da casa, quem sabe consiga até suprir a falta de criatividade dos arquitetos...
    Um beijo!

    ResponderExcluir
  4. Carol!

    É por isso que não frequento a CasaCor, nem participo da mostra! Por causa das "modernices". Meu marido brinca comigo e diz que se eu participasse da mostra nós teríamos 2 probabilidades:

    1. Eu seria expulsa, porque meu estilo não tem nada a ver com o restante;
    2. Eu seria um sucesso, justamente por ser diferente do restante.

    Eu gosto muito do clássico, de casa aconchegante, daquela sala que dá vontade de pular no sofá a qualquer hora do dia. Não gosto do moderno porque me parece "engessado" e formal demais.

    E tudo que é clássico tem vida longa, em arquitetura, interiores, moda, gastronomia... Em qualquer categoria que a gente possa imaginar!

    Agora, projetos clássicos são mais demorados e mais difíceis de fazer, até porque a gente precisa de mais repertório. Existem muitos estilos possíveis para estas casas e decorações mais detalhadas e não dá pra fazer uma mistura qualquer. Talvez este seja um dos motivos para a escassez de profissionais. E, claro, tem gente que não se identifica mesmo!

    Agora, eu sou arquiteta e tenho projetado bastante coisas com este estilo (estou terminando um apartamento inteiro!). Tem bastante gente procurando coisas assim, e muita gente que visita os lugares que projetei e que acaba pedindo o meu contato. Elas não sabem descrever o que querem, mas quando vêem o projeto pronto na casa do amigo eles gostam e querem alguma coisa no mesmo padrão.

    De onde você é? Tentei veu no seu perfil mas não encontrei nenhuma informação.

    ResponderExcluir
  5. Debora, eu sou de Ponta Grossa, praticamente sua vizinha!

    Exatamente como você disse, aqui no condomínio onde estou construindo todas as casas são praticamante iguais, nesse estilo moderninho que já ficou chato e parece até ultrapassado. Quando a fachada da minha casa apareceu por cima dos tapumes ao menos umas 20 pessoas vieram elogiar que ela é muito bonita, muito chique, parece européia e etc, etc... Mas parece que na hora dessas pessoas projetarem as próprias casas nem pensaram que gostavam desse estilo, e foram na onda do que os arquitetos estão acostumados a fazer. E olha que, como eu disse, a minha casa nem é tãaao estilosa quanto eu gostaria que fosse!

    Quando fui contratar uma arquiteta, não encontrei NINGUÉM por aqui que já tivesse feito algo nesse estilo, então contratei a que me pareceu ser mais fácil de dialogar e maleável. E ainda assim ela sofreu para projetar algo que me agradasse!
    Na minha busca, cheguei a ouvir sermão de uma arquiteta falando que não queria projetar uma casa mais clássica porque esse tipo de projeto vai contra a "evolução da arquitetura"... Chato, né!

    ResponderExcluir
  6. Contra a evolução da arquitetura? Essa foi de doer. Nem forçando muito a barra eu conseguiria pensar em um argumento desses.

    Parece mesmo uma desculpa para quem não quer ou não sabe fazer o que você pedia.

    Eu até respeito que essa pessoa preferisse outro estilo, mas isso não tem nada a ver com evolução. Estilo é uma expressão pessoal, a sua identidade, simples assim.

    É claro que às vezes a gente faz o projeto dos sonhos e em outras o cliente gosta de coisas muito diferentes da gente. A gente tem que respeitar, tentar entender o gosto do cliente e orientar para que o produto final seja o melhor possível. Acho que é assim que funciona, mas cada um sabe o que faz...

    ResponderExcluir
  7. Espetacular essa cozinha com cobres, me deu saudades da casa da minha māe!

    NAO EXISTE NADA MAIS CHIC DO QUE O CLASSICO.

    BEIJOS

    FER

    ResponderExcluir

Related Posts with Thumbnails